quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Casca de Laranja Cristalizada

Quem gosta da tradicional casca de laranja cristalizada de Setúbal, recordação do tempo que extensos pomares de laranja envolviam a cidade, dando origem à conhecida e deliciosa laranja da baía.

Primeiro passo é descascar as laranjas às tirinhas como se vê na foto e colocar dentro de água durante 3 dias, trocando a água pelo menos uma vez por dia.



De seguida faz-se uma calda de açúcar onde se colocam as cascas com cuidado para não as partir. Aqui é a parte chata porque demora algum tempo até atingir o ponto desejado



Sempre com cuidado e com a ajuda de uma espátula de madeira, vamos deslocando as cascas de forma a distribuir e movimentar na calda, até que fique praticamente sem liquido.



Quando está quase seco (nunca pode secar completamente senão fica em caramelo) retira-se as cascas com cuidado para não as partir nem queimar os dedos e colocam-se a solidificar numa superfície fria e não aderente. No meu caso a pedra da cozinha.





Ao fim de uma noite de repouso, já se podem manusear bem. Eu normalmente coloco num tabuleiro e ainda deixo uns dias ao sol, até ela ficarem sem colar de modo a poder armazenar dentro de frascos. Atenção que os francos não podem ser completamente herméticos, têm de deixar entrar algum ar, porque devido a haver alguma humidade nas cascas, se não houver arejamento podem aparecer bolores.

São boas para comer como sobremesa, tem de se ter cuidado porque apetece sempre mais uma, o sabor amargo da casca com o doce dá um paladar delicioso.



5 comentários:

  1. Outro acompanhamento é com um bom café expresso!!

    ResponderEliminar
  2. Parece-me muito bom, tal como tudo o que tu te propões fazer.
    Bem Hajas Jorginho :)
    Sabes o que pensei ... usar umas casquinhas destas na chávena do meu chá, que dizes?
    Chá de maçã. gengibre e canela...com a tua casquinha de laranja ;)

    ResponderEliminar